Os meses que antecedem a chegada do bebê são sempre de muita alegria, emoção e ansiedade. As mães de primeira viagem costumam ser as que têm mais dúvidas e angústias, porque nunca viveram aquela experiência antes.

A preocupação com o parto, os primeiros meses e a adaptação do bebê, por exemplo, são algumas das principais coisas que passam pela cabeça delas. Com isso, os níveis de ansiedade podem ficar um pouco elevados e o que muitas mamães não sabem é que essa ansiedade pode gerar consequências para o desenvolvimento do bebê.

Portanto, o cuidado com o emocional da mulher é muito importante durante a gestação. Além de evitar álcool, cigarro e demais substâncias tóxicas, fugir do estresse também é uma das missões das mamães.

Recentemente, pesquisadores americanos comprovaram por meio de seus estudos que o estado emocional da gestante pode resultar em alterações neurais no feto.

Como resultado, os pesquisadores desvendaram que grávidas com alto nível de estresse tinham fetos com uma eficiência reduzida nos sistemas funcionais neurais. O mais interessante é que a pesquisa comprova como a gestação tem influência direta na vida toda daquela criança e não apenas na gestação.

Thaís Augusta Martins, neurologista do Hospital Santa Lúcia, em Brasília, e membro titular da Sociedade Brasileira de Neurologia (SBN), explica:

“Um ponto importantíssimo dessa pesquisa é que ela consegue fortalecer a ideia de que as condições da gestação influenciam no que a criança vai se tornar, em seus traços de personalidade, na sua cognição, na sua inteligência”, explica.

Mães de primeira viagem: dicas valiosas para a chegada do bebê

Esse é apenas o início de uma pesquisa que ainda irá descobrir muita coisa e ajudar futuras mães a lidarem melhor com o estresse durante a gravidez. Enquanto os novos estudos não são realizados, vamos ajudar as mães de primeira viagem a lidar com a avalanche de dúvidas e angústias de uma forma mais simples.

Para isso, separamos algumas dicas básicas, mas muito importantes. Se você está grávida e ainda não sabe muito bem como lidar com a chegada do bebê, não deixe de conferir tudo o que separamos.

Como lidar com o estresse na gravidez

Já vamos começar essa lista falando do mais importante: como lidar com o estresse. As grávidas vivem uma variedade enorme de emoções durante a gestação. Boa parte dessa ansiedade é causada pelo medo de não saber muito bem o que esperar.

Como será o parto? Será que vou dar conta? O que devo fazer se o neném não parar de chorar? Como faz para trocar uma fralda? Como darei o primeiro banho?

Converse com quem já teve filhos

A primeira dica para aliviar a ansiedade causada por tantos questionamentos é simples: converse com alguém que já teve filhos. Pode ser a sua mãe, irmã, ou amigas. Ninguém melhor do que essas pessoas próximas para ajudar nesse momento de tantas angústias.

Os relatos reais e sinceros delas podem ajudar a trazer mais tranquilidade, além de fornecerem dicas interessantes que podem facilitar a chegada do bebê.

Pratique Yoga

O Yoga para gestantes é altamente recomendável, mas antes de iniciar a prática é importante conversar com o seu obstetra. Vale ressaltar que algumas posições mais ousadas devem ser evitadas para não serem causados danos ao bebê.

Além dos benefícios que proporcionam calma e serenidade para a mente, o Yoga também tem vantagens físicas muito admiráveis, como: fortalecimento do assoalho pélvico e alívio dos inchaços e dores físicas.

Medite

A meditação aliada ao Yoga são uma receita infalível para aliviar o corpo e a mente do estresse. 

Aproveite os momentos em que está apenas em sua própria companhia para ir aprimorando suas práticas e com a constância você irá começar a sentir os benefícios.

Como montar a malinha da maternidade

Montar a malinha da maternidade pode ser uma atividade bem gostosa para as mães de primeira viagem, mas muitas não sabem muito bem o que precisam levar. 

O primeiro passo é comprar uma malinha de maternidade. Pense em otimizar e adquira uma que também será útil no dia a dia do bebê.

A lista abaixo contempla alguns itens essenciais. Leve em consideração o tempo que irá ficar na maternidade para determinar a quantidade de cada item.

Para as mamães:

- Camisolas com abertura na frente para a amamentação
- Calcinhas, meias e sutiãs (um sutiã de amamentação)
- Pantufas ou chinelos
- Artigos de higiene pessoal: escova de  dentes, cremes, desodorante, absorventes etc
- Uma muda de roupa confortável para voltar para casa

Para os recém-nascidos:

- Macacões
Body e culote
Meias
- Luvas e gorros (se estiver muito frio)
- Chupeta
- Toalhinhas umedecidas
- Xale ou manta
Fralda de boca
Fralda de ombro
Fraldas descartáveis

Como criar uma rotina com o bebê

Com a chegada do bebê, as mães de primeira viagem precisam aprender a conciliar as necessidades do bebê com as suas próprias.

Para facilitar esse processo, é necessário construir uma rotina para o bebê. E isso não é muito difícil, pois basicamente a vida do recém-nascido é pautada em comer, dormir e brincar.

É interessante prestar atenção no ritmo natural do bebê para ir percebendo quando ele dorme e come, pois assim você pode ir estabelecendo a rotina.

Os pais também podem criar alguns direcionamentos para induzir o bebê, como por exemplo:

- Criar a rotina para dormir: criar o hábito de dar um banho quentinho, dar de mamar e colocá-lo para dormir é um passo a passo simples e eficaz para sinalizar à criança que é hora de descansar.

- Não deixe o bebê trocar o dia pela noite: é comum alguns recém-nascidos dormirem muito durante o dia e ficarem com os olhos arregalados à noite. Uma dica é manter a casa iluminada e os barulhos normais de dia. À noite, deixar o ambiente mais escuro e tranquilo ajuda a criança a entender que é hora de ir para a cama.

- Interprete os sinais do bebê: aos poucos os pais vão entendendo melhor o perfil e temperamento do neném e aprendem a interpretar o que suas reações, gestos e sons querem dizer. Isso ajudará muito também na antecipação de necessidades e identificação de problemas.

Se você gostou do conteúdo, não deixe de continuar navegando pelo universo do Bebê Buquê. Clique aqui e saiba mais!